terça-feira, 23 de outubro de 2007

Imaginação

Abraça a minha sobra que te envolve
entrega-me o teu corpo que me faz girar
deixa-me beijar e toco teus seios
e desejar a imagem de teu corpo
E num abraço entrego e beijo todo o meu desejo

11 comentários:

CatWorld disse...

bem, acho um pouco confuso o poema mas percebi a ideia!
amar sempudor nem metas!
beijoca1

Bichinho disse...

Beijo fantasma.
É o que deixo.

O Profeta disse...

Esta noite desceu seu manto, nos lagos emerge uma incontida força, ouve-se o murmúrio das flores, acontece a magia…


Boa semana


Doce beijo

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Isso é que é imaginar bem;)
***********

ElPoeta disse...

Beleza, lindas palavras, cheias de sensualidade e sentimento. Beijos doces e carinhos,
V.

Kapikua disse...

Gostei!
Imaginação fértil em sensualidade, desejo e paixão!
Preciso um pouco disso tb.
Visitarte-ei mais para ver se me inspiro

Beijo

Anônimo disse...

É um rodopio de vontades e desejos

é o teu querer impresso

Jinhuz Crónicos

Moura ao Luar disse...

Desejo, apetece-me sempre ;-)

Zézito do Nada disse...

até fiquei arrepiado. gsotei muito.

Fallen Angel disse...

E deixando um abraço, saio, admirando o teu desejo.

:-)

A CAVALGAR NO INFINITO disse...

gostei muito deste teu poema
beijinhos
http://nuadeperconceitos.blogspot.com/ este é um dos meus Blogs